O Brasil, depois da aposentadoria do Felipe Massa no final da temporada de 2017 quando fez sua última participação na Fórmula 1 no GP de Abu Dhabi, ficou como coadjuvante na categoria com dois pilotos de teste: o jovem Pietro Fittipaldi na própria Haas e o mineiro Sérgio Sete Câmara como reserva nas equipes RBR austríaca e a italiana AlphaTauri.

Nesta segunda-feira 30/11, a Haas através do diretor Gunther Steiner anunciou que Pietro Fittipaldi será o substituto do francês Romain Grosjean, acidentado no início da corrida do Bahrein no último domingo. Pietro assumirá o cockpit da Haas para o Grande Prêmio do Sakhir, no anel externo do circuito do Bahrein, no próximo final de semana.

Pietro Fittipaldi segue os passos do clã Fittipaldi, o Avô Emerson , bi campeão mundial de Fórmula 1, o tio Wilson e por fim, segue o primo Christian Fittipaldi que competiu pela Minardi, hoje AlphaTauri até o GP da Austrália em 1994.

Pietro já tem um bom currículo no automobilismo mundial. Quando bem garoto, mal iniciando sua vida colegial em 2011, foi campeão da Nascar no Whelen All-American em Series. Já em 2017 foi campeão mundial da World Series Formula V8 3.5, mesma categoria que campeões da F1, como Fernando Alonso e Sebastian Vettel também foram campeões.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close