Depois de largar na pole, ter problemas elétricos em sua Mercedes e ser ultrapassado pelo espanhol Carlos Sainz e o finlandês Valtteri Bottas e quando tudo parecia perdido na corrida portuguesa, o carro de Lewis Hamilton voltou a funcionar normalmente e partiu a caça dos líderes, Sainz e Bottas.

Depois de varias voltas atrás Hamilton explicou na coletiva que na largada teve perda de rendimento por problemas elétricos e de aquecimento dos pneus, Mas que se recuperou, inclusive controlando as próprias emoções.

Com menos de 10 voltas percorridas e na liderança a McLaren de Carlos passou a ter problemas na temperatura no jogo de pneus macios, vermelhos. Com a McLaren perdendo rendimento, Sainz foi ultrapassado pelos pilotos da Mercedes, com Bottas assumindo a liderança, seguido de Hamilton em segundo.

Depois de várias voltas no encalço do companheiro, Hamilton partiu para o ataque, superando Bottas no final da reta dos boxes na volta 20. Liderança que manteve até a bandeira quadriculada ser agitada, mesmo com as paradas no pit para troca de pneus dos dois pilotos da Mercedes.

Já o holandês Max Verstappen, que também largou mal e perdeu posições importantes, fez uma boa recuperação na prova, assumindo o terceiro lugar, posição final do holandês, fechando o pódio português.

Em quarto, com a Ferrari voltando a ser competitiva, chegou o monegasco Charles Leclerc, com o companheiro e tetra campeão Sebastian Vettel na modestíssima décima posição. Já o francês Pierre Gasly da AlphaTauri, o único com carro não Mercedes a vencer nesta temporada, terminou na quinta posição, abrindo um bom caminho para retornar ao time principal RBR na temporada de 2021. ( Fotos saindo do carro e do pódio reprodução da TV Fox)

Hamilton comemora o recorde histórico, com o seu engenheiro Peter Bonnington

CLASSIFICAÇÃO DA CORRIDA

  1. Lewis Hamilton, Mercedes
  2. Valtteri Bottas, Mercedes
  3. Max Verstappen, RBR
  4. Charles Leclerc, Ferrari
  5. Pierre Gasly, AlphaTauri
  6. Carlos Sainz Jr., McLaren
  7. Sergio Perez, Racing Point
  8. Esteban Ocon, Renault
  9. Daniel Ricciardo, Renault
  10. Sebastian Vettel, Ferrari
  11. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo
  12. Alexander Albon, RBR
  13. Lando Norris, McLaren
  14. George Russell, William
  15. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo
  16. Kevin Magnussen, Haas
  17. Romain Grosjean, Haas
  18. Nicholas Latifi, Williams
  19. Daniil Kvyat, AlphaTauri
  20. Lance Stroll, Racing Point

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS NO CAMPEONATO

  1. Lewis Hamilton, Mercedes, 256 pontos
  2. Valtteri Bottas, Mercedes, 179 pontos
  3. Max Verstappen, RBR, 162 pontos
  4. Daniel Ricciardo, Renault, 80 pontos
  5. Charles Leclerc, Ferrari, 75 pontos
  6. Sergio Perez, Racing Point, 74 pontos
  7. Lando Norris, McLaren, 65 pontos
  8. Alexander Albon, RBR, 64 pontos
  9. Pierre Gasly, AlphaTauris, 63 pontos
  10. Carlos Sainz Jr., McLaren, 59 pontos
  11. Lance Stroll, Racing Point, 57 pontos
  12. Esteban Ocon, Renault, 40 pontos
  13. Sebastian Vettel, Ferrari, 18 pontos
  14. daniil Kvyat, AlphaTauri,14 pontos
  15. Nico Hulkenberg, Racing Point, 10 pontos
  16. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, 3 pontos
  17. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, 2 pontos
  18. Romain Grosjean, Haas, 2 pontos
  19. Kevin Magnussen, Haas, 1 ponto
  20. Nicholas Latifi, Williams, 0 ponto
  21. George Russell, Williams, 0 ponto

CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES NO CAMPEONATO

  1. Mercedes, 435 pontos
  2. RBR, 226 pontos
  3. Racing Point, 126 pontos
  4. McLaren, 124 pontos
  5. Renault, 120 pontos
  6. Ferrari, 93 pontos
  7. AlphaTauri, 77 pontos
  8. Alfa Romeo, 5 pontos
  9. Haas, 3 pontos
  10. Williams, 0 ponto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close