Quando tudo parecia caminhar para mais uma vitória tranquila de Lewis Hamilton, a sétima, na prova Inglesa, eis que na última volta do GP, a tranquilidade se transformou em “tormenta” em Silverstone, quando o pneu dianteiro esquerdo da Mercedes do atual campeão furou. Como tinha acabado de passar a entrada dos boxes, Hamilton teve de completar a volta com o pneu furado e muito preocupado com a aproximação perigosa do holandês Max Verstappen com sua RBR calçada com pneus macios novos. Mesmo assim Lewis cruzou a linha de chegada em primeiro. Um prêmio para quem pilotou um carro a mais de 300 km/h com apenas três pneus.

A corrida no início teve a entrada de dois safety car, um deles provocado pelo britânico Alexander Albon que bateu sua RBR na traseira da Hass do dinamarquês Kevin Magnussen que foi jogado violentamente contra o Soft Wall (proteção de pneus) destruindo o carro. Minutos depois do acidente os comissários consideraram o britânico culpado, punindo o piloto com 15 segundos na parada de pit.

A segunda entrada do safety car na prova foi na volta 13 provocada por uma quebra da Alfa Tauri do Russo Daniil Kvyat. Essa entrada do carro de segurança foi decisiva no final da corrida, já que a maioria dos pilotos entre o dez primeiros anteciparam a janela de pit para trocar os pneus. A maioria com estratégia de uma só parada trocaram os médios (amarelos) pelos duros (brancos).

Com isso, a janela até o final da corrida foi enorme, resultando em problemas de furos nos pneus de vários pilotos, inclusive a do vencedor Hamilton. Mas como um campeão tem que ter sorte, Hamilton de forma dramática conseguiu cruzar a linha de chegada para mais uma vitória , a sétima em Silverstone, mesmo com o pneu furado. Em segundo chegou Max Verstappen e fechando o pódio ficou o monegasco Charles Leclerc com a Ferrari.

Já o companheiro do Hamilton na Mercedes, Valtteri Bottas, não teve a mesma sorte do campeão. Com o pneu traseiro furado, Bottas ainda teve tempo de ir para o pit trocar os pneus, mas sem conseguir se recuperar na corrida. Bottas da segunda posição na prova antes do estouro do pneu, completou a corrida na décima primeira posição, zona fora da pontuação.

Com mais essa vitória, Hamilton somou 88 pontos na tabela de classificação, 30 pontos a mais que o Bottas, segundo colocado na tabela com 58 pontos. Outro inglês de sorte e competência foi o jovem Lando Norris da McLaren que marcou mais pontos nesta temporada em quatro provas, somando 36 pontos, quase a totalidade de pontos de 2019 em 21 corridas.

E quem não pôde se considerar sortudo e competente foi o alemão Sebastian Vettel, que terminou a corrida em Silverstone em 10º , mesma posição de largada, muito longe do companheiro e novato na Ferrari Charles Leclerc que fechou o pódio em terceiro. A próxima corrida acontece no domingo que vem, (07/08), no mesmo circuito de Silverstone, com o GP de 70 anos da Fórmula 1. Confira abaixo a classificação completa.

CLASSIFICAÇÃO NO GP DA INGLATERRA

  1. Lewis Hamilton, Mercedes
  2. Max Verstappen, RBR
  3. Charles Leclerc, Ferrari
  4. Daniel Ricciardo, Renault
  5. Lando Norris, McLaren
  6. Esteban Ocon, Renault
  7. Pierre Gasly, Alphatauri
  8. Alexander Albon, RBR
  9. Passeio da Lança, Racing Point
  10. Sebastian Vettel, Ferrari
  11. Valtteri Bottas, Mercedes
  12. George Russell, Williams
  13. Carlos Sainz, McLaren
  14. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo
  15. Nicholas Latifi, Williams
  16. Romain Grosjean, Haas
  17. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo
  18. Daniil Kvyat, AlphaTauri
    19.Kevin Magnussen, Haas
  19. Nico Hulkenberg, Racing Point

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS NO CAMPEONATO

  1. Lewis Hamilton, Mercedes, 88 pontos
  2. Valtteri Bottas, Mercedes, 58 pontos
  3. Max Verstappen, RBR, 52 pontos
  4. Lando Norris, McLaren, 36 pontos
  5. Charles leclerc, Ferrari, 33 pontos
  6. Alexander Albon, RBR, 26 pontos
  7. Sergio Perez, Racing Point, 22 pontos
  8. Passeio da Lança, Racing Point, 20 pontos
  9. Daniel Ricciardo, Renault, 20 pontos
  10. Carlos Sainz, McLaren, 15 pontos
  11. Esteban Ocon, Renault, 12 pontos
  12. Pierre Gasly, Alphatauri, 12 pontos
  13. Sebastian Vettel, Ferrari, 10 pontos
  14. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, 2 pontos
  15. Daniil Kvyat, AlphaTauri, 1 ponto
  16. Kevin Magnussen, Haas, 1 pontos
  17. Nicholas Latifim, Williams, 0 ponto
  18. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, 0 ponto
  19. George Russell, Williams, 0 ponto
  20. Romain Grosjean, Haas, 0 ponto

CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES NO CAMPEONATO

  1. Mercedes, 146 pontos
  2. RBR, 78 pontos
  3. McLaren, 51 pontos
  4. Ferrari, 43 pontos
  5. Racing Point, 42 pontos
  6. Renault, 32 pontos
  7. Alphatauri, 13 pontos
  8. Alfa Romeo, 2 pontos
  9. Haas, 1 ponto
  10. Williams, 0 ponto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close