Neste ano de 2021 são aguardados vários lançamentos, entre eles o Peugeot 3008 reestilizado. Depois de quase quatro anos e meio de sua apresentação, a segunda geração do 3008 presente em nosso mercado, passa por sua atualização de meia vida na Europa. Por aqui o SUV/Crossover da Peugeot é aguardado no início do segundo semestre.

Como novidade, o SUV traz mudanças visuais mais significativas na parte dianteira, além de um maior nível de equipamentos. As vendas em nosso mercado começam em seguida ao lançamento. Neste pacote é aguardada uma versão híbrida.

Na Europa, a segunda geração do Peugeot 3008 vendeu mais de 800.000 unidades em todos os mercados desde o seu lançamento em 2016, incluindo quase 300.000 veículos apenas na França. No final de 2020 o reestilizado 3008 passou a ocupar a lista do top 10 dos veículos mais vendidos. Por dois anos, em 2017 e 2018, foi até o terceiro modelo mais emplacado no mercado francês, atrás apenas do Renault Clio e do Peugeot 208. Resumindo, uma verdadeira “máquina” comercial!

No entanto, a marca de Sochaux não hesitou em modificá-lo em profundidade durante sua reestilização de meia vida, especialmente na frente, com uma nova grade incluindo os faróis que também foram redesenhados, entradas de ar laterais agora verticais no para-choque ou mesmo as famosas luzes diurnas de LED “dentes de leão”, compartilhando as do Peugeot 208. Por outro lado, há menos modificações na parte traseira ou no interior do 3008 reestilizado, o último tendo contribuído amplamente para seu sucesso. Exatamente por isso vamos destacar seus pontos fortes.

Os pontos fortes do Peugeot 3008 reestilizado apontados pelos jornalistas europeus foram três:

Seu alto nível de prazer de dirigir:
Este já era o ponto forte do modelo 2ª geração não reestilizado, vendido por aqui. O seu chassis oferece, como já acontecia no passado, um elevado nível de prazer de condução. Eixo dianteiro muito preciso e cativante, especialmente em estradas molhadas (um ponto positivo para a segurança), direção tão informativa quanto incisiva (graças ao seu pequeno volante) permitindo que você sinta o que está acontecendo na estrada. É simples, o Peugeot 3008 reestilizado para os europeus ainda é a referência em sua categoria . Este SUV certamente vai conquistar até mesmo os entusiastas do sedan. Além disso, a cereja do bolo no 3008 modelo 2021 é o excelente conforto, principalmente os equipados com rodas de 18 polegadas (que segundo comentários dos europeus) diminui e muito a trepidação do eixo traseiro em baixas velocidades. Esta deverá ser a opção da Peugeot brasileira, já que o nosso piso é bastante irregular.

Seu interior bem clean:
Outro grande destaque do remodelado 3008 é o seu interior, que ainda é original, moderno e bem construído. A Peugeot sabendo disso logo concluiu que era inútil modificar um interior que não envelheceu uma ruga sequer e, mesmo 4 anos após o seu lançamento, este ainda consegue causar um efeito “uau”. Ele mantém o lado do condutor da cabine como seu habitáculo exclusivo, ilhado pelo console central, seu painel esculpido com belos plásticos flexíveis ou até mesmo elegantes teclas de piano sob a tela central e adiciona a isso uma tela de toque central maior (10 polegadas contra 8 polegadas anteriormente, no nível Allure), novos revestimentos dos bancos ou a possibilidade de optar, por acabamentos superiores, por decorações em madeira escura de muito sucesso (provavelmente será a versão escolhida para ser importada da França).

Uma gama completa de motores:
O 3008 reestilizado oferece uma ampla escolha de motores. O propulsor de 130 cv (disponível em versões com câmbio manual e uma caixa automática), uma versão diesel de 130 cv (BVM ou BVA), dois PureTech gasolina, bem como dois plug-in motores híbridos de 225 e 300 hp. Em nosso mercado o motor 1.2 litro PureTech turbo a gasolina de 130 cv inicialmente deverá ser o escolhido, aposentando o 1.6 THP turbo que no velho mundo já entrou para o museu. E para um segundo momento, já com o acordo comercial entre a PSA (Peugeot Citroën) e a FCA (Fiat Chrysler Automobile) concluído, o 3008, para diminuir custos, passará a usar o propulsor 1.3 turbo de três cilindros produzido pela Fiat na nova fábrica do grupo FCA em Betim (MG).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close