A Fiat, pensando no público mais jovem, revelou no mercado europeu o Fiat 500 com a terceira porta na parte traseira. Paralelamente, a empresa italiana apresentou toda a sua gama 500 com uma pequena bateria que irá conter o preço deste automóvel urbano elétrico.

De acordo com a Fiat, o 500 deve acompanhar seus seguidores na evolução de suas vidas: alguns se tornaram pais e o carro pensado para os trechos urbanos das cidades, até então, não parecia realmente um veículo voltado para as famílias. Daí a ideia deste 3 + 1: três aberturas convencionais tendo em conta tampa do porta-malas e mais uma pequena porta traseira, lateral direita, com abertura antagônica.

Esta é uma reminiscência do nosso antigo DKW e mais recente o Fiat de três portas da geração anterior da Strada. Tal como o último, o 500 3 + 1 liberta-se da coluna central vertical para oferecer uma boa acessibilidade aos bancos traseiros, ou facilitar a instalação de um bebê na cadeirinha sem ter que se contorcer.

Esta pequena porta abre de forma antagônica a porta dianteira facilitando o acesso a bordo. E como no último caso, a porta não pode ser operada se a porta da frente não for aberta primeiro. O mais complicado nessa operação foi manter as dimensões do carro. Por outro lado, o peso sobe 30 kg, o que inevitavelmente terá um impacto na autonomia deste 500 elétrico.

A Fiat aproveitou a apresentação desta nova versão para anunciar também a gama do Fiat 500 que será composta por três acabamentos: Ação, Paixão e Ícone. O 3 + 1 só estará disponível nos dois últimos .

Dependendo da versão escolhida (veja abaixo), a Fiat oferecerá diferentes potências de motor associadas a diferentes capacidades de bateria, oferecendo assim uma autonomia muito variável. Assim, a versão mais simples, a Action três portas contará com um motor elétrico de 70 kW alimentado por bateria com capacidade de 23,8 kWh. O 500 terá então um alcance de 180 km no ciclo WLTP (estrada) e 240 km para um ciclo totalmente urbano. Em relação à recarga, a Fiat anuncia que leva apenas 10 minutos para recuperar 50 km de um terminal rápido de até 50 kW.

No acabamento Paixão e Ícone, mais sofisticadas, em todas as carrocerias três portas e o 500 3+1 o motor chega a 88 kW e é alimentado por uma bateria de 42 kWh proporcionando uma autonomia de 320 a 460 km dependendo do uso. O carregamento rápido pode ser feito até 85 kW, o que recupera 80% da bateria em 30 minutos. Essas versões com bateria grande permite que a autonomia seja ajustada de acordo com suas necessidades.

Normal: a potência do motor está cheia.
Autonomia: função de condução com um único pedal (o acelerador) até o veículo parar por completo.
Sherpa: o sistema minimiza os recursos para concentrar a energia na direção quando o alcance restante é baixo.

Este 500 3 + 1, bem como todo o catálogo, já estão disponíveis para encomenda e os preços para as versões 3 + 1 partem de € 27.500 (cerca de 185 mil reais) na versão Paixão. As entregas são esperadas para o final de 2020 . Por aqui não há previsão, mas considerando o anúncio já feito pela Fiat brasileira de que o modelo elétrico por razões da Covid-19 chegará só em 2021, por que não o 3+1?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close