Depois de bater recordes atrás de recordes, o inglês Lewis Hamilton colecionou mais um feito para a sua recheada história na principal categoria de automobilismo do planeta, a F1. Com a vitória no GP da Itália, na festa dos 1000 GPs da Ferrari. Lewis entrou no Wikipedia como o primeiro a vencer na pista de Mugello onde a Ferrari é a proprietária, na estréia do circuito na Fórmula 1.

Na corrida, Hamilton teve que vencer três vezes, com três largadas, para valer uma. Com mais essa vitória, a nonagésima, Hamilton está a uma de se igualar ao recordista Michael Schumacher com 91. De quebra Hamilton fez a volta mais rápida da prova, o que lhe garantiu mais um pontinho na tabela de classificação, abrindo 55 pontos de vantagem para o companheiro de Mercedes Valtteri Bottas, segundo colocado na classificação de pilotos. Essa diferença entre eles representa a soma da pontuação de duas corridas, mais 5 pontos.

Isto significa que Hamilton poderia ficar sem correr por duas provas e ao voltar ainda estaria na liderança do campeonato. No calendário de 2020, como são apenas 17 etapas e 9 foram concluídas, com essa vantagem na tabela é como se faltasse 6 para o inglês conquistar o sétimo título e se igualar ao alemão Michael Schumacher, que até agora detém o recorde sozinho. Depois da classificação de sábado, com o melhor tempo e com direito a recorde do circuito, a impressão deixada era de que a vitória de Hamilton em Mugello era certa.

Na primeira largada, Lewis desconcentrado, perdeu fácil a liderança para o companheiro Bottas. O mesmo aconteceu com o holandês Max Verstappen que, com problemas na sua RBR, caiu de terceiro para sexto. No meio do bolo Verstappen acabou envolvido em um acidente entre Pierre Gasly e Kimi Raikkonen, provocando a primeira entrada do safety car, de três delas. Verstappen e Gasly foram os dois primeiros a abandonar antes do final da corrida de estreia no circuito de Mugello. Depois de seis voltas com o carro de segurança, com o sinal verde acionado e os carros em aceleração plena, antes mesmo de chegar a primeira curva, nova batida entre vários pilotos (Carlos Sainz, Magnussen e Giovinazzi) do pelotão de trás. Com muitos detritos de resto de carros e britas na pista, mais uma entrada do safety car na pista – a segunda. A sujeira era tanta que a corrida foi interrompida com bandeira vermelha.

Quase meia hora de interrupção, a prova teve a relargada com os carros parados. Mas desta vez Hamilton, bem concentrado, não deu chance e assumiu a liderança da prova. A partir da décima volta, a corrida não mudou as posições entre os líderes Hamilton e Bottas, ambos Mercedes, e Ricciardo em terceiro com a Renault. Na volta 42, sem ninguém ameaçar ninguém, Bottas e Hamilton entraram no pit para as trocas de pneus de seus carros. Os dois colocaram os pneus brancos duros, mas duas voltas depois, o terceiro safety car entrou na pista de Mugello. Desta vez por causa do acidente da Racing Point do canadense Lance Stroll. Este não teve nenhuma culpa, já que a suspensão traseira quebrou na entrada da curva. Como o carro teve princípio de incêndio, outra interrupção com a segunda bandeira vermelha acionada.

Pódio com Hamilton e Alexander Albom, terceiro na prova.

Meia hora depois outra relargada parada, com os carros equipados com os pneus macios (vermelho). Hamilton mais uma vez manteve a ponta, com Ricciardo em segundo, depois de superar Bottas, que caiu para terceiro. Mas a festa do australiano durou pouco, sendo ultrapassado por Bottas, que recuperou a segunda posição, e o tailandês da RBR Alexander Albon, que fez uma boa relargada para terminar a corrida com seu primeiro pódio da carreira em terceiro. Depois da festa antes da largada a Ferrari só não foi pior porque 11 terminaram a corrida, como Kimi Raikkonen, recebeu a bandeirada em oitavo, mas com a punição dos comissários no acréscimo ao tempo final, da prova, por ser considerado pelos comissários culpado pela batida entre ele, Verstappen e Gasly, com a punição Kimi caiu para ultimo.

Com a punição, o beneficiado foi o Alemão Sebastian Vettel que subiu para décimo, marcando um pontinho em uma prova apagada. A próxima corrida acontece daqui a duas semanas no dia 27 deste mês em Sochi, na Russia. Confira as classificações:

CLASSIFICAÇÃO DA CORRIDA

  1. Lewis Hamilton, Mercedes
  2. Valtteri Bottas, Mercedes
  3. Alexander Albon, RBR
  4. Daniel Ricciardo, Renault
  5. Sergio Perez, Racing Point
  6. Lando Norris, McLaren
  7. Daniil Kvyat, AlphaTauri
  8. Charles Leclerc, Ferrari
  9. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo
  10. Sebastian Vettel, Ferrari
  11. George Russell, Williams
  12. Romain Grosjean, Haas
  13. Lance Stroll, Racing Point
  14. Esteban Ocon, Renault
  15. Nicholas Latifi, Williams
  16. Kevin Magnussen, Haas
  17. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo
  18. Carlos Sainz, McLaren
  19. Max Verstappen, RBR
  20. Pierre Gasly, AlphaTauri

CLASSIFICAÇÃO DE PILOTOS NO CAMPEONATO

  1. Lewis Hamilton, Mercedes, 190 pontos
  2. Valtteri Bottas, Mercedes, 135 pontos
  3. Max Verstappen, RBR, 110 pontos
  4. Lando Norris, McLaren, 65 pontos
  5. Alexander Albon, RBR, 63 pontos
  6. Lance Stroll, Racing Point, 57 pontos
  7. Daniel Ricciardo, Renault, 53 pontos
  8. Charles Leclerc, Ferrari, 49 pontos
  9. Sergio Perez, Racing Point, 44 pontos
  10. Pierre Gasly, AlphaTauri, 43 pontos
  11. Carlos Sainz, McLaren, 41 pontos
  12. Esteban Ocon, Renault, 30 pontos
  13. Sebastian Vettel, Ferrari, 17 pontos
  14. Daniil Kvyat, AlphaTauri, 10 pontos
  15. Nico Hulkenberg, Racing Point, 6 pontos
  16. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, 2 pontos
  17. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, 2 pontos
  18. Kevin Magnussen, Haas, 1 ponto
  19. Nicholas Latifi, Williams, 0 ponto
  20. George Russell, Williams, 0 ponto
  21. Romain Grosjean, Haas, 0 ponto

CLASSIFICAÇÃO DE CONSTRUTORES NO CAMPEONATO

  1. Mercedes, 325 pontos
  2. RBR, 173 pontos
  3. McLaren, 106 pontos
  4. Racing Point, 92 pontos
  5. Renault, 83 pontos
  6. Ferrari, 66 pontos
  7. AlphaTauri, 53 pontos
  8. Alfa Romeo, 4 pontos
  9. Haas, 1 ponto
  10. Williams, 0 ponto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close