O britânico Lewis Hamilton, com uma volta voadora, cravou 1min18s887 no veloz circuito de Monza, e vai largar da pole no Grande Prêmio da Itália neste domingo (06/09). Com isso, aumentou seu recordes de poles para 94. E com esse tempo superou o até então recordista da pista Kimi Raikkonen que havia obtido 1min19s119 na classificação de 2018, com Sebastian Vettel em segundo e Lewis Hamilton em terceiro – o menino que se tornaria dono de todos os recordes na categoria. Hoje, sábado (05/09), um ano e quatro dias depois, passa a ser o “Rei” de Monza com este recorde.

Antes de terminar o Q3 do classificatório, Hamilton liderava a lista de tempos, obtido na primeira volta lançada com direito a pole e com o finlandês Vallteri Bottas mais lento em segundo. Como os tempos das três partes dos treinos, para efeito de classificação definitiva não se conversam, e como o Bottas foi o mais rápido no Q2, Visto por Vettel da arquibancada, (foto) com o tempo de 1min18s952, Hamilton precisava arriscar mais. Na segunda tentativa de melhorar o tempo e com o trânsito de muitos carros no circuito, mais parecendo com a avenida 23 de maio, centro de São Paulo, ou av Brasil (RJ) as seis da tarde, me parecia impossível qualquer piloto na segunda tentativa rápida do Q3, baixar o tempo do Bottas do Q2.

E com o final do treino chegando e sem perspectivas de melhoras nos tempos, fui para o computador pensar no título deste texto sobre o classificatório deste sábado. F1 ITÁLIA: BOTTAS FOI MAIS RÁPIDO, MAS A POLE FICOU NAS MÃOS DE HAMILTON. Engano, pois já com o tempo zerado Hamiltom baixou o tempo do Bottas, para se tornar o mais novo recordista nos tempos de voltas em Monza. Com isso, mudei o título para tratar de números de poles conquistadas pelo inglês. Em terceiro, abrindo a segunda fila do grid, ficou o espanhol Carlos Sainz da McLaren, seguido pelo mexicano Sérgio Perez da Racing Point.

Na terceira fila ficaram os pilotos, o holandês Max Verstappen da RBR em quinto e o outro piloto da McLaren, o inglês Lando Norris em sexto. Na Ferrari o sábado em Monza foi decepcionante. O monegasco Charles Leclerc foi o melhor classificado em décimo terceiro e pelo rádio disse: “foi o que deu para fazer!”. Por outro lado, Sebastian Vettel saiu do carro, literalmente atirando uma peça na direção dos mecânicos. A corrida tem largada prevista para às 10hs e 10 minutos, horário de Brasília, com transmissão direta pela TV Globo. Confira abaixo a classificação completa.

Classificação para o GP da Itália

  1. Lewis Hamilton, Mercedes, 1min18seg887
  2. Valtteri Bottas, Mercedes, 1min18seg956
  3. Carlos Sainz Jr., McLaren, 1min19seg695
  4. Sergio Perez, Racing Point, 1min19seg720
  5. Max Verstappen, RBR, 1min19seg795
  6. Lando Norris, McLaren, 1min19seg820
  7. Daniel Ricciardo, Renault, 1min19seg864
  8. Lance Stroll, Racing Point, 1min20seg049
  9. Alex Albon, RBR, 1min20seg090
  10. Pierre Gasly, AlphaTauri, 1min20seg177
  11. Daniil Kvyat, AlphaTauri, 1min20seg169
  12. Esteban Ocon, Renault, 1min20seg234
  13. Charles Leclerc, Ferrari, 1min20seg273
  14. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, 1min20seg926
  15. Kevin Magnussen, Haas, 1min21seg573
  16. Romain Grosjean, Haas, 1min21seg139
  17. Sebastian Vettel, Ferrari, 1min21seg151
  18. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, 1min21seg206
  19. George Russell, Williams, 1min21seg587
  20. Nicholas Latifi, Williams, 1min21seg717

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close