O treino classificatório para o GP da Alemanha, em Nurburgring, mostrou que a luta pela pole não seria fácil, tanto para Bottas quanto para Hamilton, que viram do boxe a surpreendente melhora na RBR do holandês Max Verstappen, que sempre ameaçava os planos da Mercedes de conquistar 100% das poles nesta temporada — o inglês Lewis Hamilton tem sete poles e Bottas, com a pole na Alemanha, somou três.

Hamilton foi o primeiro a sair para a pista cravando 1min25seg525, superado segundos depois pelo companheiro Valtteri Bottas com 1min25seg269, fazendo o novo recorde do circuito e garantindo a 14ª pole da carreira. “Foi fantástico, sabia que tinha um bom ritmo na pista”, comemorou Bottas na coletiva. Já Hamilton, nada feliz, disse: “Vou analisar os dados e estudar com o engenheiro para saber o que fazer para ter um resultado melhor na corrida”.

Outro que mostrou uma certa frustração foi Max Verstappen, que com a melhora do carro da RBR tinha grandes esperanças de quebrar a sequência de poles da Mercedes, para fazer a sua terceira na carreira. ” Não foi desta vez”, disse. E completou: “Agora é pensar na corrida”. Dois acontecimentos movimentaram o frio treino em Nurburgring: a melhora da Ferrari, colocando Leclerc na quarta posição do grid e o mal estar misterioso do canadense Lance Stroll, que sequer fez o terceiro treino livre. Quem entrou na pista foi o “santo” Nico Hulkenberg, acionado mais uma vez este ano pela Racing Point.

Nico já tinha sido acionado para substituir o piloto mexicano Sérgio Perez nas duas prova em Silverstone, Inglaterra, quando ele testou positivo para o Covid-19. Desta vez foi um mal estar misterioso do Stroll que foi substituído pelo alemão salvador na classificação e para a corrida deste domingo. Hulkenberg, que chegou ao autódromo minutos antes de começar a classificação, disse para a repórter da Globo, Mariana Becker: “foi a melhor notícia que tive neste final de semana. A sorte é que estava em Colônia, cidade próxima a Nurburgring, então pude chegar rápido. Tive alguns minutos com os engenheiros antes de entrar no carro, mas infelizmente não deu para fazer nada melhor”.

Hulkenberg ficou em vigésimo, última posição do grid. A corrida tem largada prevista para este domingo (11/10), às 9hs e 10minutos, com transmissão direta pela TV Globo. Confira abaixo a classificação completa.

GRID DE LARGADA GP DA ALEMANHA

  1. Valtteri Bottas, Mercedes, 1min25seg269
  2. Lewis Hamilton, Mercedes, 1min25seg525
  3. Max Verstappen, RBR, 1min25seg562
  4. Charles Leclerc, Ferrari, 1min26seg035
  5. Alexander Albon, RBR, 1min26seg047
  6. Daniel Ricciardo, Renault, 1min26seg223
  7. Esteban Ocon, Renault, 1min26seg242
  8. Lando Norris, McLaren, 1min26seg458
  9. Sergio Perez, Racing Point, 1min26seg704
  10. Carlos Sainz Jr., McLaren, 1min26seg709
  11. Sebastian Vettel, Ferrari, 1min26seg738
  12. Pierre Gasly, AlphaTauri, 1min26seg776
  13. Daniil Kvyat, AlphaTauri, 1min26seg848
  14. Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo, 1min26seg936
  15. Kevin Magnussen, Haas, 1min27seg125
  16. Romain Grosjean, Haas, 1min27seg552
  17. George Russell, Williams, 1min27seg564
  18. Nicholas Latifi, Williams, 1min27seg812
  19. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo, 1min27seg817
  20. Nico Hulkenberg, Racing Point, 1min28seg021

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close